Faltando 17 dias para começar Estadual, apenas estádio Virotão, de Naviraí, está totalmente aprovado

compartilhe agora

Hoje, apenas o estádio José Cândido dos Santos Virote (Virotão), que receberá os jogos do Naviraiense está totalmente aprovado. Dos quatro jogos de abertura, nenhum estão com a situação totalmente regularizada diante do Ministério Público. A informação foi solicitada pela reportagem à Ouvidoria da FFMS, que enviou dentro do estabelecido pelo Estatuto do Torcedor.

Os estádios Frédis Saldivar, onde jogará o Dourados AC, e de Chapadão do Sul, da Serc, são os que não tem nenhum dos itens exigidos pelo MP. Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Engenharia são os documentos que devem ser apresentados pelos dirigentes dos clubes. O Campeonato Estadual começa no próximo dia 2 com quatro partidas.

Até o campo do atual campeão, o estádio Laertão, em Costa Rica, necessita de troca da documentação. A situação dele até é aprovada na primeira rodada, pois o laudo dos Bombeiros vencem no dia 5 de fevereiro, sendo que o time estreia contra o Operário no dia 2. Para a segunda partida em casa, diante do Comercial, no dia 13, já terá o laudo vencido da Vigilância Sanitária. O laudo da PM vence dia 17.

O estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, onde Comercial e Operário marcam seus jogos, tem apenas o laudo da Engenharia em condições. Para primeira rodada, o Comercial terá pela frente o União, mas, hoje, o laudo do Corpo de Bombeiros está vencido. Polícia Militar e Vigilância tem os documentos datados em 10 e 15 de fevereiro, respectivamente. O outro time da Capital, União, marcou seus jogos para o estádio Jacques da Luz, nas Moreninhas. Como não é mandante na primeira rodada não tem o que se preocupar, mas na terceira rodada, dia 9, já terá todos os laudos vencidos.

Em Rio Brilhante, o estádio Ninho da Águia, o time de Iliê Vidal precisa não só correr para contratar jogadores e apresentar a Comissão Técnica, mas também ir atrás das autoridades. Os laudos do Corpo de Bombeiros, Vigilância e Polícia não existem. A situação bem parecida com o Noroeste, em Aquidauana. O laudo aprovado apenas da Vigilância Sanitária, que vence em 16 de dezembro.

Curiosa é a situação do André Borges, em Coxim. O time disputou a Segunda Divisão e o estádio não tem laudos do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária e nem aprovação do Ministério Público. A Federação de Futebol só abre no período da tarde e aguardamos uma posição da entidade.

VEJA TABELA ENCAMINHADA PELA FFMS

Fonte: Esporte MS

compartilhe agora