Futsal feminino de MS termina como segundo melhor do país e faz história

compartilhe agora

Mato Grosso do Sul mais vez fez história no futsal feminino nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). Representante do estado na modalidade, a equipe da Universidade Católica Dom Bosco (UCBD) terminou a 68ª edição da maior competição universitária da América Latina, realizada em Brasília (DF), na segunda colocação da primeira divisão, repetindo o feito de 2015. O Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), apoiou a delegação sul-mato-grossense, coordenada pela Federação Universitária de Esportes (FUEMS).

O time salesiano fechou a fase de grupos na liderança, com sete pontos, fruto de vitória sobre contra Faculdade Faipe (MT) e UniAteneu (CE), e empate diante da Uninassau (PB). As quartas de final foram contra a Multivix (ES) e terminaram com superioridade sul-mato-grossense, por 6 a 1.

Na semifinal, triunfo sobre o Iesb (DF), por 2 a 1. A Uniplac (SC), que tem em seu elenco Amandinha, melhor jogadora de futsal do mundo por sete vezes consecutivas, foi a adversária da decisão. A base do plantel da instituição catarinense integra as Leoas da Serra (SC), uma das maiores e mais respeitadas equipes de futsal feminino do planeta. No fim, revés na final por 7 a 0, o que não tirou o brilho de mais uma campanha histórica da UCDB nos JUBs.

Capitãs da final: Bruna Elisbão x Amandinha

“Superamos equipes tradicionais de São Paulo, Paraná e Brasília. Dos quatro times que chegaram às semifinais, só o nosso não faz parte da liga nacional feminina [a Novo Futsal Feminino Brasil – NFFB]. Mostramos que podemos bater de frente contra qualquer equipe e isso é gratificante”, destaca o técnico da UCDB, Luiz Fernando Borges Daniel, o “Nando”.

Uma história peculiar marcou a campanha da Católica. A atleta Thaynara Recaldes precisou deixar Brasília após a disputa da primeira fase e retornou a Campo Grande às pressas para presenciar o casamento da irmã. O elenco, no entanto, mobilizou-se e conseguiu, por meio de “vaquinha” divulgada nas redes sociais, juntar dinheiro e bancar a passagem aérea de volta à capital federal um dia depois, a tempo de estar em quadra para a semifinal. Ou seja, a pivô ficou de fora apenas das quartas.

Nando enfatiza poderio da equipe sul-mato-grossense, um dos destaques do país há muito tempo

“A gente leva histórias marcantes e engraçadas das competições, dá até para escrever um livro”, brinca o técnico Nando. “Desta vez, a Thaynara precisou ir ao casamento da irmão, não tinha como faltar por ser um familiar bem próximo. Ela ficou até umas três horas da manhã na festa e logo em seguida, às cinco horas, embarcou de volta a Brasília e chegou a tempo de disputar a semifinal”, explica treinador.

O empenho valeu a pena, já que Thaynara fez um dos gols cruciais da vitória sobre o IESB (DF), por 2 a 1, na semifinal. A mobilização virtual reuniu amigos, colegas, familiares e até mesmo pessoas desconhecidas, que fizeram o tão conhecido PIX na conta bancária do time. “Talvez se ela não tivesse voltado, a gente não teria chegado à final, porque a semifinal foi ‘pegadíssima’”, completa Nando.

Camisa 9, Thaynara protagonizou a principal história de bastidores do time nos JUBs 2021

O futsal feminino da UCDB representou Mato Grosso do Sul com as seguintes atletas: Amanda Santana, Ana Beatriz Santos, Bruna Elisbão, Clara Nunes, Jessyka Almeida, Johana “Jhow” Alencar, Kamila Lobo, Karolina Diniz, Luana França, Sophia Macedo, Thais Fragoso e Thaynara Recaldes. O comando técnico foi de Luiz Fernando Borges Daniel (Nando), auxiliado por Wellen da Silva.

“Chuva” de medalhas

Ao todo, a delegação sul-mato-grossense retornou para casa com 19 medalhas conquistadas, sendo seis de ouro, sete de prata e seis de bronze. Os atletas sul-mato-grossenses foram ao pódio no atletismo paradesportivo, wrestling (luta olímpica), tênis de mesa, tênis, karatê, judô, handebol, futsal, xadrez, basquete e voleibol. A equipe do estado foi composta por 124 atletas, que disputaram 13 modalidades individuais e coletivas.

Foram representadas na competição nacional cinco instituições de ensino superior do estado: Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) – matriz e capital, Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande (FESCG), Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Os JUBs Brasília 2021 reuniram mais de 3,5 mil atletas de 271 instituições de ensino superior, das 27 unidades federativas.

Texto e fotos: Lucas Castro (Fundesporte)

compartilhe agora

Comments

comments